Red hair. Gay girl.

Escritora de tudo que o coração fala sem podermos ouvir.

Yara e Mariana - Cap 4

A festa rendeu muitas coisas e muitas revelações para Yara e Mariana. #GrupoHPM

Eu – O que foi Mariana? Já não bastou ter falado besteira uma vez?

Mariana – Me desculpe. Sério. Eu não sei o que me passou pela cabeça para ter falado desse jeito, eu simplesmente estava irritada por você ir dançar com a outra garota…

Eu – Mas porque? Era só uma menina qualquer!

Mariana – Tu não viu a maneira como ela olhava para você…

Eu – Mas o que é que isso te importa? – Eu já estava começar…

View On WordPress

Eduardo Campos defende casamento gay

Eduardo Campos defende casamento gay. #GrupoHPM

O candidato à presidência da República pelo PSB, Eduardo Campos, na eleições de outubro foi o sabatinado no programa “Canal Livre”, da Band, no domingo, 27, e respondeu a questões polêmicas, como o casamento gay.

“É um direito civil já reconhecido pelo governo brasileiro”, disse Campos sobre a união homo. “Agora, tem uma discussão religiosa que as pessoas querem trazer para o mundo do Estado. O…

View On WordPress

I love you too, Amy, more than anyone else on earth…just not like that.

(Fonte: karmyteam, via lesbianproud)

(Fonte: orangistnb, via love-lesbian)

lipstick-lesbian:

♀♡♀

O que dói na morte não é a saudade. É a certeza de que essa saudade nunca vai ser curada.

Rosa dourada - Cap 34

Sarah e Patrícia estavam completando seis meses de namoro com muitos altos e baixos. #GrupoHPM

Apesar de todos os acontecimentos anteriores, segui em frente e esqueci tudo. Quer dizer…fiz o possível para tentar esquecer.

É muito bom ter a Patrícia ao meu lado, nos amamos e estávamos fazendo de tudo para que a chama do nosso amor não acabasse. Engana-se aquele que pensa que o ocorrido fez com que nosso amor diminuísse. Estar ao lado dela era tudo que queria.

Estávamos prestes a completar…

View On WordPress

Toda vez que você volta

Toda vez que você volta. Mais um conto de Natasha Franco. #GrupoHPM

Sempre acho que não estou preparada pra sua ausência.

Suas viagens a trabalho me deixam com uma ausência programada, uma solidão consciente de sua consistência efêmera. Fico olhando sua bagunça, admirando seus caprichos, e em tudo vendo você.

Quando vai pros domingos em família eu fico aqui, pensando em como vai ser quando tiver a nossa: As crianças correndo e derrubando as coisas, aquele seu…

View On WordPress